Acessar Painel Administrativo do site Sair
24 Jul, 2024
Publicada em: 16 de 2024 às de 8 hs
Itacaré: Em audiência pública, população a Cachoeira da Usina de Taboquinhas é do povo

Na noite desta quarta-feira, dia 15, a Prefeitura Itacaré, juntamente com a Câmara de Vereadores, realizaram uma audiência pública para ouvir a população sobre o balneário da Cachoeira da Usina de Taboquinhas, que há mais de oitenta anos faz uso público e coletivo do espaço. 

Com presença dos moradores de Taboquinhas, Água Fria, Rua de Palha e da zona rural, o encontro trouxe depoimentos dos moradores que vivenciaram a história da Cachoeira da Usina. Os relatos com riquezas de detalhes revivem a história e fortalecem os laços da população com a cachoeira.

A transformação da área em uma Área de Preservação Ambiental, como proposto pelo prefeito Antônio de Anízio, é um passo crucial para garantir que a Cachoeira da Usina permaneça acessível e protegida para as futuras gerações. É nosso dever assegurar que essa medida seja efetivada, preservando não apenas o meio ambiente, mas também a memória e os laços comunitários que estão intrinsecamente ligados a esse espaço.

Domingos Alves, conhecido como Domingo Preto, de 84 anos, morador antigo de Taboquinhas, realizou um lindo depoimento, ralatando detalhes do início da instalação da hidrelétrica, que aconteceu em 1951, na gestão do prefeito Delmurio Vieira dos Santos. Seu Domingos falou dos materiais que foram utilizados para a construção da hidrelétrica, de onde vieram as madeiras dos postes da rede elétrica colocados em Taboquinhas, como era a energia e todas as formas como a população utilizava a Cachoeira.

O professor José Washington Sampaio, também morador antigo, ex- administrador distrital, conhecedor da história da usina, disse inclusive saber das divisas dos proprietários próximos a ela, e garantiu que, o local há mais de 8 décadas já era usado por toda população de Taboquinhas.

Itamar, filho de Divá, funcionário público na época e responsável por cuidar da usina, na qual foi morador, também garantiu que a área da Cachoeira sempre foi de uso popular, sendo utilizada para o banho, pesca e para utilidade pública, fornecendo energia elétrica e água para a comunidade. 

Muitos outros depoimentos aconteceram de moradores e moradoras antigas, e de forma unânime todos garantem que a Cachoeira da Usina sempre foi usada pelos moradores de Taboquinhas.

A audiência pública reuniu moradores de Taboquinhas, Rua de Palha, Água Fria e zona rural, pessoas de várias gerações que continuam fazendo uso da Cachoeira. Presentes também funcionários públicos; lideranças políticas, culturais e religiosas e Câmara de Vereadores. 

Para fechar a audiência, todos em uma só voz declararam "O balneário da Cachoeira da Usina é do povo".


Escrita por: Escrito por: Ederivaldo Benedito - Informação ágil, texto leve, comentário objetivo
Notícia da Categoria: DESTAQUE





Você também pode se interessar por:
Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Ederivaldo Benedito (Bené)
Desenvolvido por: